sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

NATAL, FESTA DOS PRESENTES E DO AUSENTE!


NATAL! Essa palavra tem um sentido especifico na vida da humanidade. A data antecipa o início do novo ano que irá nascer em uma semana. Mas, o que representa o natal?

O mundo se movimenta e se alegra na expectativa de uma grande festa, talvez a maior de todas e notamos aparentemente um clima de paz. Então, o que o natal representa na visão do mundo? Uma confraternização, onde há trocas de presentes, comes e bebes. A cor vermelha predomina os enfeites, o verde também aparece. Caixas de presentes embrulhados com as mais finas embalagens, que às vezes são mais bonitas que o próprio conteúdo. As cidades estão em uma euforia só, as casas iluminadas, as neves nos lugares frios, e o algodão representando a neve nos lugares quentes. Amigos e parentes e “irmãos” reunidos em um só propósito, comemorar o Natal.

Seria um momento de reflexão, ou de entusiasmo e satisfação na expectativa da abertura dos presentes? Os gastos são enormes, pessoas compram muito, talvez passem o ano todo esperando por este momento. É tempo em que as empresas pagam o salário dobrado, e esse dinheiro é gasto justamente no natal. É tempo de comprar um sofá novo, uma geladeira, um móvel qualquer. É tempo de presentear e receber presentes nos “amigos ocultos”, “invisível” ou mesmo “amigos da onça”.

Pessoas que presenteiam com objetos mais valiosos e outros com presentes simples. A figura do “bom velhinho” vestido de vermelho e barba branca surge trazendo muitos presentes para a garotada e para os adultos, todos fingem que não conhecem quem está por trás daquela fantasia e alguns acreditam realmente que ele exista. Diante de tudo isso não podemos esquecer da “Ceia de Natal”, um banquete com um grande peru assado como prato principal no centro da grande mesa onde todos estão em volta ansiosos para saborear as delicias da culinário neste dia tão importante. A noite vai adentro e alguns ultrapassam os limites no beber e ficam alegres além da conta, de vez em quando surgem algumas discursões, e muitas coisas que estavam escondidas são reveladas, pessoas discutem e voltam para suas casas, desgostosas. A noite termina e lá se vai a grande festa.

Esperem!! Mas quem ou o que nós estávamos comemorando mesmo? Quem nasceu naquele dia? Quem era o homenageado? A noite passou e ninguém cantou parabéns, não vimos o bolo com as velinhas (mais de duas mil). Então, as pessoas esqueceram-se do principal, o homenageado.

Sabemos que Jesus Cristo certamente não nasceu neste dia em que é comemorado o natal, mas o mundo não se lembra do nascimento de Cristo. Estão envolvidos com seu próprio “Eu”, satisfazendo seu próprio ego, a festa comemora aquilo que satisfaz o ser humano, presentes, comidas e bebidas. Todos esquecem que comemoramos a vida, o amor de Deus para conosco. A sublime vinda do Criador no nosso meio, o Emanuel “Deus conosco”. Aquele que fez todas as coisas criou o homem e se fez homem por amor a nós, para nos resgatar do Lago de Fogo eterno.

Talvez você não esteja entendendo, vou lhe explicar de forma simples: Deus criou todas as coisas, inclusive todos nós. Nós O desobedecemos, fomos tirados de Sua presença, pois pecamos contra o Deus Eterno e jamais poderíamos pagar nosso pecado. Então, Ele mesmo providenciou salvação enviando Seu Filho em forma de homem, nascido de mulher e concebido pelo Espírito de Deus. Somente sendo o próprio Deus e sendo homem perfeito poderia pagar o pecado que nós jamais poderíamos pagar. Nasceu em família simples e foi humilhado, da estribaria até a cruz do calvário, cumprindo seu propósito.

Todos nós somos condenados, vamos para o inferno, mas saímos da condenação através da morte e ressurreição de Cristo. O verdadeiro sentido do natal é a vinda de Cristo neste mundo para nos salvar,

O aceite como único e suficiente Salvador de sua vida, Feliz Natal.



Pastor Edson Sobreira Alves

Igreja Batista Regular Maranata – Crato - CE

2 comentários:

JUNIOR KEDOSHIM disse...

Pastor, obrigado pela meditação. Peço sua autorização para ler no culto de oração quarta-feira em nossa igreja. Certamente é isso que as pessoas precisam ouvir no natal.

Pastor Edson Sobreira Alves disse...

Com certeza Renato Junior!

Fico muito contente por você ter lido e essa meditação e que ela possa edificar a vida de mais pessoas.



Um grande abraço em Cristo!



Deus lhe abençoe



Pr. Edson & Cida