segunda-feira, 5 de julho de 2010

Temendo um Deus justo

Como está sendo os seus atos como cristão diante do mundo?

Os pensamentos, a reverência, o respeito, o amor pelo Criador tem sido constante em sua vida?

O seu comportamento nos padrões que foram ensinados pelo nosso Senhor Jesus Cristo tem sido praticas diárias em sua vida?

Ou o mundo tem modernizado seus costumes cristãos de uma forma que os outros te vêem e dizem: “este ai! não é um crente verdadeiro”.

O mundo nos atrai de uma forma espantosa. O marketing do adversário tem sido implacável e têm influenciado multidões sutilmente a seguir padrões totalmente fora dos ensinos Cristãos.
A igreja está se tornando um pedaço do mundo dentro do mundo. Seria como um filho parecido com o pai incoerente, mas com idéias um pouco diferentes, no entanto, quando o filho vai crescendo, cada vez mais estará idêntico ao pai. Seria como um bloco de gelo no oceano, que com o tempo vai se derretendo e misturando-se nas águas, e então, ninguém mais consegue vê-lo.

O povo escolhido, e chamado por Deus está misturando suas práticas puras com terríveis costumes, como gotas de veneno em um copo d’água mineral, sincretizando suas convicções como fizeram a igreja estatal do quarto século. Eles estão se moldando ao mundo. Diante disto, fico pensando se não seria bom, nosso Deus agir como na igreja primitiva, quando puniu Ananias e Safira diante de suas mentiras contra Ele. Os que estavam dentro da igreja como nascidos de novo, ficaram com grande temor e a noticia se espalhou rapidamente, os sinais da igreja de Cristo eram visíveis e as reuniões dos cristãos eram unanimes, os que estavam de fora ficaram temerosos e não ousavam se juntar a eles se não tivessem convicções verdadeiras. (Atos 5:1-13).

Eles sabiam que as conseqüências seriam sérias. Hoje muitos cristãos acham que Deus fica indiferente diante de seus atos. Eles não têm reverência, não lêem a palavra, não oram, não fazem a obra, mas estão envolvidos em festas, namoram descrentes, se casam com descrentes, ouvem músicas inconvenientes, não pagam seus impostos corretamente, mentem, tratam mal os irmãos, etc. Diante disto, não sabem que seus atos contra o Senhor terão conseqüências sérias.

Gostaria de ver os cristãos voltarem ao primeiro amor, glorificando o nome de Cristo com suas vidas. Extirpando o mundanismo de suas existências, falando das coisas do alto, exortando, tendo verdadeira comunhão com os irmãos, amando o próximo e levando ardentemente a palavra de Deus aos que ainda não O conhecem. Caso contrário, o justo Deus punirá todos aqueles que O desobedecem.

Pensem nisto!

Pastor Edson Sobreira Alves

Igreja Batista Regular Maranata – Crato - Ce