terça-feira, 30 de março de 2010

Sabedoria dos homens, loucura para Deus

O homem quer ser deus.




Nós não temos dúvidas em relação à resposta desta pergunta: Quem criou o Universo?

O autor de Hebreus disse: “Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem”. Hebreus 11:3

Não é somente agora que homem tenta reproduzir aquilo que Deus já fez. No livro de Êxodo, no Antigo Testamento, Moisés enfrentou os cientistas da época.

Os cientistas do faraó reproduziram duas serpentes para mostrar que não era somente através de Moisés aconteceria aquele fenômeno, mas as serpentes dos sábios do faraó foram engolidas pela serpente de Moisés que antes era seu cajado. (Êxodo 7:9-12).

Os cientistas comemoram com êxito, segundo eles, a explosão das partículas de prótons no qual dizem que reproduziram uma pequena amostra do início do Universo, denominado pelos evolucionista de” Mini-Big Bang”. Na alegria, que contagiou o ego de todos os presentes, eles começaram um pequeno mundo, no qual a partir dai poderão desvendar todo o mistério que envolve o Universo e assim chegarão a origem da humanidade, e segundo eles isso será de grande benefício para toda a humanidade.

Todo esta concentração, exigiu anos de pesquisas e gastos absurdos. Neste projeto foram gastos até agora 10 bilhões de dólares iniciais e mais 40 milhões de dólares somente para reparos de alguns defeitos.

O resultado de tudo isso é que agora eles poderão investigar com um pouco menos de dificuldade, talvez poderá ajudar na descoberta da formação das galáxias, das estrelas, do sistema solar e até poderá entender a nossa origem, segundo eles.

É interessante que Deus falando através de Paulo em sua epístola aos Coríntios disse: “ Pois está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos instruídos. Onde está o sábio? Onde, o escriba? Onde, o inquiridor deste século? Porventura, não tornou Deus louca a sabedoria do mundo? Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura da pregação. (I Coríntios 1: 19-21).

Onde iremos parar? Que o nosso Deus seja glorificado como o Criador e Senhor do Universo e de toda a criação.

Pr. Edson Sobreira Alves

Igreja Batista Regular Maranata – Crato - Ce




terça-feira, 23 de março de 2010

Onde foi parar o tempo?

Primeiro quero perguntar: o que é o tempo para você?
O aurélio diz que o tempo é a sucessão de anos, dias, horas, etc., que envolve a noção de presente, passado e futuro. Momento ou ocasião apropriada para que uma coisa se realize: não teve tempo para visitar-me.
Salomão usa em Eclesiastes a mesma palavra traduzida por “tempo”, 30 vezes em 13 versículos.
A palavra no original tem o sentido de uma existência contínua.
Em Eclesiastes 8:6 ele fala que todo o propósito de Deus, que está baseado no Seu amor e na Sua justiça, está dentro do uso do tempo concedido ao homem pelo Criador e o homem tem que saber a maneira correta de usá-lo bem, pois será para sua benção ou maldição.
É justamente no tempo determinado por Deus ao homem que se cumprirá todo Seu propósito, o tempo do povo escolhido, o tempo do povo cativo, o tempo da libertação, o tempo do Nascimento de Cristo que foi a “Plenitude do Tempo”, o tempo do arrebatamento, o tempo de milênio. Depois disto não haverá mais tempo, será a Eternidade.
Em Genesis 6:3 Deus diz a Noé que o homem terá 120 anos até a grande destruição no dilúvio.
O tempo do homem está relacionado ao propósito de Deus para com o homem. Deus não se limita ao tempo do homem, mas ele limitou o homem ao tempo para haver um crescimento de consciência àqueles que recebem seu Espirito em seu novo nascimento.
Quando Cristo se refere ao tempo da tribulação e de sua vinda, Ele usa “Kairos” que significa medida exata, fixo e definido, a crise esperada na época decisiva, o tempo oportuno.
O tempo tem sido um dos principais questionamentos em nossa vida aqui na terra.
As expressões: “o tempo voa”, “não tenho tempo”, “perdi tempo”, “ganhei tempo”, tem feito parte da vida do ser humano.

Por que nos preocupamos tanto com o tempo?

Sabemos que nosso tempo de vida é muito pouco em relação a eternidade, por isso cientistas tem tentado prolongar o tempo de vida da humanidade.
A expectativa de vida em muitos países tem aumentado nos últimos anos. E o crescimento demográfico tem crescido. Isso tem melhorado, quanto ao uso deste tempo prolongado a humanidade? Pelo contrário, paralelo a isso, o homem tem se tornado mais violento e confuso em seus valores. O prolongamento do tempo de vida não tem melhorado a forma de tratamento de uns para com os outros. Hoje o homem é mais egoista, avarento, orgulhoso, arrogante, blasfemador, desobediente aos pais, ingratos e irreverentes. 2 Timóteo 3:2. A disputa de espaço físico tem levado as pessoas a agirem de forma agressiva em muito situações de suas vidas, disputa por cargos, brigas no trânsito e pelo poder.
A disputa por um “lugar ao sol” tem levado pessoas a gastar tempo em futilidades, preenchendo suas mentes com muitas informações que os levam a destruição. A internet e a TV, quando mal usada na maioria das vezes, tem minado o tempo de muitas pessoas que não sabem usar o tempo que Deus tem lhes dado. As prioridades não são nem relacionadas e muito menos seguidas. As coisas simples que leva a harmonia entre a vida e o tempo em que se refere ao comportamento e tratamento, simplesmente não existem no vocabulário das mentes cauterizadas.
Se nós observarmos a vida de um cachorro, quando ele vive entre 10 e 20 anos, ele realizou tudo o que deveria ter feito em sua vida. Ele talvez tenha criado seus filhotes, enterrado ossos, protegido seu dono.
Se um homem vive 70 ou 80 anos não consegue realizar tudo o que é capaz de fazer. Se você olha para um carro amassado, você sabe que ele não esta em seu estado original, da mesma forma é o homem, ele foi danificado, e não está em seu estado original. O pecado tirou a expectativa eterna de vida, e toda a capacidade de realições do homem. É por esse motivo que o homem busca aproveitar o máximo do tempo em que vive, mas muitas vezes de forma errada. Mesmo aqueles que nasceram de novo não conseguem remir o tempo adequadamente, pois estão envolvidos no tempo do mundo, em um sistema que os fazem atrasar o seu modo de vida. As pessoas correm atrás do tempo.
Você pode dizer: “Eu tenho que estudar, pois o tempo voa, e quem não estuda fica para trás, eu tenho que trabalhar muito, pois quem não trabalha fica para trás.” Não digo que estudar e trabalhar seja errado, mas tem pessoas que dão tanta enfase a uma ou outra e esquecem dos valores eternos. Diante de toda esta expectativa e correria, as prioridades de valores importantes que melhoram os relacionamentos, ficam para trás.
Hoje se falamos “bom dia” para alguém já é o bastante. Famílias são dividas pelo cotidiano da vida. Eu posso dizer:“Vamos marcar um almoço juntos, para conversarmos?” então o outro responde: “Infelizmente não tenho tempo agora, depois eu marcarei, um dia...”. As pessoas estão ocupadas com seu próprio “eu”, essa mesma pessoa que respondeu negativamente ao convite, consegue ficar quatro horas fixado na TV ou na internet, perdendo toda a comunhão do amigo, parente ou irmão em Cristo.
Não somente no mundo, mas também no meio cristão não há prioridades dos homens relacionadas a renovação de suas mentes. Não há tempo para contemplar a criação, como o pôr ou nascer do sól, para visitar um irmão, não há tempo para orar juntos ou mesmo só, não há tempo para ler e meditar nas Escrituras.
Você tem colocado em sua vida as prioridades que o faz remir o tempo? Você tem aproveitando corretamente o tempo que Deus tem lhe concedido? Você tem orado com seu conjuge? Você tem feito o devocional familiar, pelo menos uma vez na semana? Você tem usado o tempo com seu dom na igreja local em que você está inserido?
Não tenho tempo, o tempo voa, tenho que gastar o tempo comigo, não tenho tempo para Deus.
Onde foi parar o tempo?
Encontre-o, ele não está perdido, você é que não está enxergando.