quarta-feira, 16 de junho de 2010

A satisfação de comemorar um gol





O futebol no Brasil é o principal esporte apreciado pelos brasileiros. Basta ter um pequeno espaço, não importa o tamanho, e uma bola, não importa se é de couro, de borracha, de plástico, de meia. Combinando estes dois fatores temos um jogo de futebol. A competição de dois grupos motiva as pessoas a torcer por um dos dois times. Aquele que está nos grupos quer ser o campeão, não importa o premio, pode ser uma medalha, uma taça ou simplesmente os aplausos, o reconhecimento de que foram os melhores. Quando o futebol sai do âmbito do campinho, do bairro e vai para o mundo, em uma competição entre as nações a proporção causa uma enorme dimensão. A Copa do Mundo como é chamada trás aos participantes e aos torcedores algo acima do normal. A motivação é incrível, quando o time representando o país vai competir, aquela nação para literalmente. Minutos que antecedem a partida pode-se perceber a euforia de quase cem por cento da população. Estava indo para casa de minha filha, trinta minutos antes do inicio do primeiro jogo da seleção brasileira, as avenidas estavam vazias, quase não havia automóveis circulando, o transito estava fluindo tranqüilamente, mas havia alguns retardatários que estavam um pouco longe do lugar onde iriam assistir a competição e desesperados corriam acima do normal, isso era perceptível.

Por que tanta euforia? O que leva o ser humano a fazer coisas incríveis para satisfazer uma alegria passageira e muitas vezes sem esperança? Que motivo está por trás das pessoas torcerem pelo seu time fazer gols e vencer o adversário? Qual a alegria de um homem em ver seu time ganhar três, quatro, cinco ou seis vezes o campeonato mundial?

Tudo isso se resume em uma palavra, Satisfação. O ser humano busca uma satisfação para sua vida. Mas nem todos terão esta satisfação no contexto do esporte, uns ganharão e outros perderão. Eu nasci em São Paulo, quando pequeno torcia pelo Santos, hoje torço pelo Corinthians, vejo homens e também mulheres torcendo de uma forma acima do normal, o fanatismo é algo irregular na vida das pessoas, tornando-se idolatria. Uns brigam e até se matam pelo seu time, outros entram em depressão porque seu time perdeu. Eu sou daqueles torcedores que posso assistir a uma partida do meu time, sem muita expectativa, se ele ganhar, ficarei contente, se ele perder não ficarei triste. Você pode perguntar se isso tem alguma graça. O problema são os valores e as prioridades colocados em sua vida, o crente naturalmente estará contente em quaisquer circunstâncias. Vejo que o mundo tem buscado essa felicidade e deposita totalmente essa busca em resultados positivos e nunca estão preparados para outro resultado. A troca de valores faz com que as pessoas busquem algo para preencher o vazio que existe pela troca de prioridades.

A satisfação não deve estar centrada somente em resultados positivos. O apóstolo Paulo pediu para Deus um resultado satisfatório para ele, quando ele solicitou três vezes ao Criador tirar o “espinho na carne” e o Senhor disse: “o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza, a minha graça te basta” 2 Coríntios 12:9a. Paulo já tinha uma graça maior, aquela que o tirou do “Inferno”, a Salvação. Ficamos frustrados quando o resultado daquilo que queremos muito é negativo. Isso acontece constantemente em nossas vidas.

Não é errado buscar a satisfação. Os momentos de alegria são validos, vivemos em uma grande tensão neste mundo. Mas, podemos perceber que a busca por alegrias passageiras são mais intensas do que uma busca de uma satisfação eterna. Eu queria ver esta mesma empolgação e motivação das pessoas que busca essa gloria pessoal passageira, onde todos estão reunidos em uma só causa, torcer para que seu time ganhe, indo para a escola dominical, para o culto de oração, para o culto de adoração, para uma conferência bíblica, para a reunião da mocidade, para a reunião dos senhores, das senhoras. Enfim, eu quero ver a mesma empolgação dos verdadeiros cristãos, buscando uma verdadeira satisfação eterna, onde sabemos que a vitória é garantida, onde o nome do nosso Senhor Jesus Cristo realmente é glorificado.

Vá assistir ao jogo de futebol, às partidas do Brasil com seus adversários, torçam, alegrem-se, isso é gratificante, o Senhor nos proporciona estes momentos de alegrias. Mas, não deixe de fazer isso se esquecendo do mais importante. Vá assistir o Deus, o único Deus, suas maravilhas, participem das batalhas espirituais contra as potestades, estejam preparados para enfrentar o adversário, torça por aqueles que estão à frente destas partidas, os pastores, os missionários, os evangelistas. Tenha a plena satisfação eterna de estar em um time que irá vencer. Faça este gol e tenha a verdadeira vitória.

Pense nisto!

Pastor Edson Sobreira Alves

Nenhum comentário: