terça-feira, 24 de agosto de 2010

Buscando um coração puro em nossos dias




Na hora da refeição, os pais pedem ao filhinho que agradeça a Deus pela comida.

Todos fecham os olhos, menos o menino, que, com os cotovelos apoiados na mesa e as maozinhas sobre a testa, observa cada alimento, enquanto "ora":

- Papai-do-céu, muito obrigado pelo arroooozz, muito obrigado pelo

feijããããoo, muito obrigado pela carne...

De repente ele pára, gira a cabeça de um lado para outro em sinal de discordância, e conclui:

- Pela abobrinha, não! Amém.



Cristo dá um verdadeiro sentido de pureza dizendo: “E disse: em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus. Mateus 18: 3-4.



O que está acontecendo com os “modernos” cristãos?

Não há mais pureza no coração dos cristãos, vivemos dias maus.

Paulo recomenda a Timóteo, em I Timóteo 1:5, o amor que procede de um coração puro. Portanto, um coração puro é pré-requisito para um verdadeiro amor. No entanto, o amor entre os cristãos tem sido desgastado, a expressão verdadeira de um amor mútuo dos cristãos esfriou. Vemos um individualismo e um hedonismo que não condiz com a vida cristã que Jesus Cristo nos ensinou.

Como podemos voltar ao primeiro amor, e ter a alegria de fazer a vontade de Deus, servindo-O com alegria e amando o próximo?

O salmista nos dá um ensino importante: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável.” Salmos 51:10.

Talvez você tenha meditado pouco na Palavra de Deus e consequentemente orado pouco resultando em pouca confiança no Criador. Sem estes dois fatores importantíssimos na vida cristã, jamais poderá haver um coração puro e um amor verdadeiro.

O salmista sabia que por si próprio, ele jamais conseguiria ter um coração puro, por isso, ele clama a Deus por esta qualidade indispensável para aquele que coloca o Senhor acima de todas as coisas.

Será que temos clamado a Deus por um coração puro? Afinal o que seria um coração puro?

A palavra “Cardia” no grego não significa apenas o órgão principal do corpo humano que bombeia o líquido vital para o bom funcionamento de todo o corpo. A Bíblia fala que o coração representa a pureza, a integridade e convicção de cristão, e a palavra traduzida para “puro” tem o sentido de algo purificado pelo fogo, como uma pedra bruta que passa pelo fogo para tirar as impurezas, livre de desejo corrupto, de pecado e culpa. Somente um cristão que tem a convicção de sua salvação no Senhor Jesus Cristo poderá buscar um coração puro.

Pense nisto!

Pastor Edson Sobreira Alves

Igreja Batista Regular Maranata – Crato - Ce

Nenhum comentário: